TOADAS DO BLOCO DE PEDRA

Aqui estão algumas das toadas do bloco que ensaiamos recentemente.

Mãe África (Meu maracatu chegou) (Marcio Lozano)

Meu maracatu chegou

pra arrastar a multidão.

Tem a força do tambor,

feito prece e oração.

Meu maracatu chegou

com a força e o poder,

que Mãe África deixou

pra gente se entender.

Tem um baque que é forte,

que aponta o norte da nossa intenção,

tem o rumo da gente

soprado no apito do meu capitão.

Lá em casa (Marcio Lozano)

Lá em casa eu faço bombo

feito negro fez um dia,

pra replantar a semente,

dessa gente…Gente minha.

Lá em casa eu toco bombo

feito negro fez um dia,

pra replantar a semente,

dessa gente…Gente minha.

Lá em casa eu deixo a porta

sempre aberta, é só chegar!

Com humildade, respeito

e coragem pra ficar.

Lá em casa eu canto a história

que negro viveu um dia,

pra replantar a semente,

dessa gente…Gente minha.

Nossa bandeira (Marcio Lozano)

Vou subir nossa bandeira

no alto da antena pra mostrar,

onde fica nossa casa,

onde é nosso lugar.

De longe vai dar pra ver.

Bandeira!

Hasteada no topo do Ilê.

De longe vai dar pra ver.

Bandeira!

Lá no alto do Ilê.


Homenagem ao Shacon (Marcio Lozano)

Esse baque é lento

foi Shacon que ensinou,

é chamado baque das ondas,

assim ele chamou.

Esse baque vem de além mar

foi trazido por Nação Nagô.

Esse baque é de Orixá,

é toque de tambor.

Deixa o tambor ecoar

se espalhar na imensidão,

que esse toque é pra lembrar

a força da tradição.

Menina da saia rodada (Vinicius Pereira)

Menina da saia rodada

balança que eu quero ver,

essa tarde eu bato bombo…

Forte! Só pra te ver.

* OBS. Na primeira versão era “Morena da saia rodada”

Com licença o de casa (Vinicius Pereira)

Com licença o de casa,

pro meu baque aqui passar.

Passou… passou…

Passa o meu baque virado!

Meu pai com calma (Roberta)

Meu pai com calma

apagou o pito,

pegou o apito

e chamou o abê.

Gonguê e caixa

sustenta a toada,

pra Alfaia ‘moê’.

Mas olha só quem chegou,

foi preto velho quem chamou,

o menina vem pra cá

pro Maracatu vem batucar.

Vem subindo a ladeira (Marcio Lozano)

Vem subindo a ladeira vem lá,

Vem subindo a ladeira vem lá,

Olha o Bloco de Pedra vem quem quer chegar!

Olha o Bloco de Pedra vem quem quer chegar!

Chegô, chegô,

Chego de lá, vai ter tambor oi cabimda pra gente brincar!

Chegô, chegô,

Chego de lá, vai ter tambor oi cabimda pra gente brincar

Escrito por admin

Categorias: Lá em casa, Letras de Toadas, Musicas



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Agenda Alves Cruz apresentação Baque Virado batizado blocodepedra Bloco de Pedra Bloco de Percussão caldinho de feijão Calo na Mão cineclube Circuito Cultural coco de umbigada Consciência Negra construção construção de instrumentos convenção Dia da Consciência Negra Escola Alves Cruz Festa Junina Grupo Quiloa guadalupe história Letras de Toadas Leão Coroado Maracatu maracatu.org.br Maracatu Bloco de Pedra Maracatu Leão Coroado Maracatu Nação Maracatu São Paulo Mestre Shacon Mestre Walter Nação Porto Rico Olinda parceiros do Bloco de Pedra Porto Rico programação Projeto Calo na Mão Quiloa Recife Santos Sessão Caldinho de Feijão Sábado São Paulo

Desenvolvido com WordPress
Sob uma Licença Creative Commons Créditos