Recordar é viver ou como tudo começou

Não faz muito tempo eu estava procurando videozinhos antigos sobre o projeto, hoje por acaso (mentira acaso não existe…), descobrir que o Vinão postou no mês passado 3 vídeos antigos.

O primeiro fala do Projeto Calo na Mão, 2002 talvez, o segundo e o terceiro são da oficina de percussão e do Viralatisse, que na época se misturavam/confundiam. Confesso que fiquei ligeiramente envergonhado (rsrs), mas é bacana porque dá pra ver como as coisas começaram e principalmente como melhoraram. Confiram!



4 Responses to Recordar é viver ou como tudo começou

  1. Jota says:

    NOOOOOOOOZZZZZZZZZZZAAAAAAAAAAAAAAAAAA !!!!

  2. marciolozano says:

    Opa! Todo mundo percebeu que o terceiro video não tem nada a ver com Maracatu? Pois é, como disse no post a oficina e o Viralatisse se confundiam um pouco, esse video em questão é de uma musica do Viralatisse, um “funk”, brincadeira feita apenas com a instrumentação do Maracatu.

  3. AngelaGaeta says:

    ahahahahahahaha… bons tempos…

  4. marciolozano says:

    Ps. Esse cara de verde no centro do segundo video é o Giovani…rsrs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Agenda Alves Cruz apresentação Baque Virado batizado blocodepedra Bloco de Pedra Bloco de Percussão caldinho de feijão Calo na Mão cineclube Circuito Cultural coco de umbigada Consciência Negra construção construção de instrumentos convenção Dia da Consciência Negra Escola Alves Cruz Festa Junina Grupo Quiloa guadalupe história Letras de Toadas Leão Coroado Maracatu maracatu.org.br Maracatu Bloco de Pedra Maracatu Leão Coroado Maracatu Nação Maracatu São Paulo Mestre Shacon Mestre Walter Nação Porto Rico Olinda parceiros do Bloco de Pedra Porto Rico programação Projeto Calo na Mão Quiloa Recife Santos Sessão Caldinho de Feijão Sábado São Paulo

Desenvolvido com WordPress
Sob uma Licença Creative Commons Créditos